***

~~~ Serra da Arrábida ~~~
O Parque Natural da Arrábida compreende a cadeia montanhosa e uma vasta área marinha. Com um microclima especial, desenvolve uma vegetação rara e muito interessante.
A sua costa é lindíssima... A Premium Tour, considerou a Arrábida como um dos cinco lugares mais belos em Portugal no outono, apresentando esta foto.

quarta-feira, 15 de março de 2017

~ «ARTE POÉTICA» ~


~~ Poetas de Sempre ~~
 




Da obra, Bicho Harmonioso, Vitorino Nemésio, 1938

Miradouro da Serra do Cume - ao fundo a cidade da Praia da Victória  da ilha Terceira.


À beira de água fiz erguer o meu Paço
De Rei-Saudade de distantes millhas:
Meus olhos, minha boca eram as ilhas
Pranto e cantiga andavam no sargaço.
... ... ...
Crepúsculo na cidade da Praia da Victória, Açores

                    Arte Poética
A poesia do abstrato?
Talvez.
Mas um pouco de calor,
A exaltação do momento,
É melhor.
Quando sopra o vento
Há um sopro na lufada;
Quando o fogo alteou
A primeira fogueira,
Apagando-se fica alguma coisa queimada.
É melhor!
Uma ideia,
Só como sangue de problema;
No mais, não,
Não me interessa.
Uma ideia
Vale como promessa.
E prometer é arquear
A grande flecha.
O flanco das coisas só sangrando me comove,
E uma pergunta é dolorida
Quando abre a brecha.
Abstrato!
O abstrato é sempre redução.
Secura.
Perde;
E diante de mim o mar que se levanta é verde:
Molha e amplia,
Por isso, não:
Nem o abstrato nem o concreto
São propriamente poesia.
A poesia é outra coisa.
Poesia e abstrato, não.



Fontes - A - B - C

24 comentários:

  1. Quando penso nos Açores penso mesmo what a wonderful world! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  2. A banalidade? Não!
    Nemésio foi, é, o Homem, o Poeta, o Sonhador, aquele que nos levava pela mão, sonho fora.

    Afinal, o que é a poesia? Um fragmento? Um momento? Um sentimento? Ou será uma amálgama, um todo que se metamorfoseia?!

    Abraço, Amiga.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada, Majo por não desistir de me enviar os seus mails que muito aprecio. Continuo em fase de recolhimento, com pouca vontade de vir aos blogs, se bem que já vou sentindo falta deste convívio! Hoje tive o cuidado e prazer de ficar por aqui lendo as suas extraordinárias postagens! Muito boas escolhas!
    Até breve
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Majo, obrigada por sua presença e gentil comentário em meu blog. Passeei pelas suas páginas, do Blog e do Google + e realmente fiquei encantada. Bom gosto, poesia na palavra e na imagem, delicadeza... Certamente vou seguir suas postagens. Um abraço.

    ResponderEliminar
  5. Boa noite, querida Majo!
    'Prometer é arquear a grande flecha'... lindo demais esse verso...
    Avante!
    Amo passar por aqui e me enriquecer...
    Bjm muito fraternal

    ResponderEliminar
  6. Até a minha filha Mariana (13 anos) adora What a wonderful world.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Vitorino Nemésio. Saudades dele.
    Não conhecia o poema, nunca li esse livro. Agradeço a partilha. Adorei ouvir What a wonderful world.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  8. Boa tarde, recordar o grande poeta Vitorino Nemésio nascido nos Açores é perfeito, não sou poeta nem grande apreciador de poemas de amor, Vitorino Nemésio foi dos poucos poetas que me fez ler poemas, o gosto de musical ao publicar Mantovani Orchestra é excelente, dançar numa gala What a Wonderful World é como soltar a alma.
    AG

    ResponderEliminar
  9. Poesia vem do grego “poiesis” e, no sentido etimológico, significa “criar”. É a promessa de uma imagem e de uma emoção. Da descoberta de um novo sentido.
    Confesso que não conheço muito da poesia de Nemésio, mas gostei muito de ler “Mau tempo no canal”.

    Um beijinho, querida Majo

    ResponderEliminar
  10. Vitorino Nemésio é único! Há anos, numa viagem aos Açores, visitei a casa onde ele nasceu na cidade da Praia, uma casa humilde. Um vídeo muito interessante que completa esta sua boa postagem.
    Abraço,

    ResponderEliminar
  11. Já tinha lido ontem pelo TM mas deixei o vídeo para visualizar no pc; apesar de o conhecer, gosto sempre de o rever.
    Quanto a Nemésio, fizeste um excelente escolha. Revejo-me bastante no seu conceito de poesia.
    Já agora, confidencio: fico admirada com a tua capacidade de, a cada dois dias, partilhares postagens tão ricas e belas! Tiro o meu chapéu!
    Bjinho :)

    ResponderEliminar
  12. É difícil pensar a Poesia (viva) sem Nemésio. Ele foi (é) marco para se dizer a Vida.
    Bom trabalho.


    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  13. ~~~
    GRAÇA PIRES DISSE.

    É uma música lindíssima, com um vídeo maravilhoso. Dias felizes para si, Majo.
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    Desculpe o lapso, Graça. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  14. ~~~
    CÉLIA RANGEL COMENTOU...

    Lindo momento, Majo, O mundo é maior das dádivas divinas!
    Depende do nosso olhar valorizá~lo!
    Abraço.
    ~~~~~

    Peço desculpa pelo lapso, Célia. Abraço

    ResponderEliminar
  15. Uma das canções mais maravilhosas de todos os tempos (na minha mais que modesta opinião...) Quanto a Nemésio, meu querido professor de Cultura Portuguesa, nem é preciso dizer como gosto e gostei dele!!

    Beijinhos poéticos.

    ResponderEliminar
  16. A música é belíssima e intemporal.
    Sempre gostei de ler e ouvir o Vitorino Nemésio (o "Se bem me lembro" é inesquecível).
    Bom fim de semana, querida amiga Majo.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  17. O grande poeta com sua peculiar sensibilidade a nos emocionar com um esplêndido conceito de poesia
    Poesia nada tem de abstrato talvez de nem de concreto. Poesia são os sentires do poeta no momento ímpar em que compôs aquela obra que floresceu no seu coração.
    A poesia é soberba e ficou ainda mais glamourosa enriquecida por esta magistral melodia
    Um post lindo e iluminado como todos que você compartilha minha amiga
    Um grande beijo

    ResponderEliminar
  18. Não conheço os Açores.
    Será que este ano o sonho me leva à Ilha?
    Beijinho

    ResponderEliminar
  19. Oi Majo o que é a poesia se não o instante de senti-se alado e voar pelas palavras, como quem vai de manhã colher verduras frescas para o almoço num canteiro do quintal.Pudesse esta pessoas descrever este instante, seria tão lindo, quanto o olhar sobre o mar pela primeira vez, antes de mergulhar nas águas. Poesia é esta musica de encantamento que passa anos e ainda emociona. A inserção bem escolhida de parte de um soneto de Nemésio nos faz ver de como um olhar traduz em poesia o encantamento. Assim não tem como mesmo enveredar pelo abstrato e ou concreto.Há o olhar e este poetisa.

    Beijos amiga e que a poesia que vive em todas estações venha nos abraçar.

    ResponderEliminar
  20. COMO EU CALCULAVA, A MAIORIA DOS MEUS AMIGOS POETAS E SEUS AMIGOS

    CONCORDA COM O ADMIRÁVEL E MUITO QUERIDO PROFESSOR...

    GRATÍSSIMA PELA PARTICIPAÇÃO.

    ~~~ ABRAÇOS CORDIAIS ~~~

    ResponderEliminar
  21. COMO EU CALCULAVA, A MAIORIA DOS MEUS AMIGOS POETAS E SEUS AMIGOS

    CONCORDA COM O ADMIRÁVEL E MUITO QUERIDO PROFESSOR...

    GRATÍSSIMA PELA PARTICIPAÇÃO.

    ~~~ ABRAÇOS CORDIAIS ~~~

    ResponderEliminar
  22. Que maravilha, recordar algumas palavras do grande Vitorino Nemésio... contextualizadas por estas magnificas paisagens dos Açores...
    Como sempre uma selecção de partilhas de qualidade notável! Sempre numa conjugação perfeita!
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar
  23. Adoro esta música e as imagens ilustram o mundo maravilhoso que temos, mas que teimamos em estragar.
    Também gosto de Nemésio.
    beijinho

    ResponderEliminar
  24. Os Açores são ilhas lindas. Visitei a Terceira, Graciosa e São Miguel e vim encantada: as ilhas encantadas, de facto. Nemésio falou delas. Raul Brandão também. Linda música.

    ResponderEliminar